Arquivo da categoria ‘Music’

Não há razão para esconder

Publicado: 12 de agosto de 2009 em Music

Não há razão para esconder

Verse 1:
Ab
Não tenho nada a per-der
Db
Nem razão para escon-der
Fm
tenho a resposta dentro de mim
Db
Vamos nos des-mas-ca-rar
Ab
Sua Gloria está aqui
Db
exalte ao meu Senhor
Fm
Não existe mais ninguém para nós
Db
Jesus Tu és ú-ni-co

Chorus:
Ab
Woah!
Db
Por Jesus somos li-vres
Fm

Tu és meu Senhor

Ab Db Dbsus4 Db
Senhor e Salvador, Ohoo!

Verse 2:
Em sua presença terei

Nem um segundo a perder

Esta cidade espera por nós

É hora de ser lâmpada

Ab
Sua Gloria está aqui
Db
exalte o seu no-me
Fm
Não existe mais ninguém para nós
Db
Jesus Tu és o único

Chorus 2:
Woah!
O amor tem falado e nós acreditamos

Você é tudo


Tudo que precisamos, Yeah!

Ab Gb
Wo – oah
Bbm
Wo – oah
Db
Wo – oah

Bridge:
Ab
Nada se compara a Ti
Ab Bbm
Nada vai nos separar de Ti, (Jesus)
Db
Seu amor é nosso

Nada se compara a Ti

Nada vai nos separar de Ti, (Jesus)

Seu amor é nosso

Tag:
Ab
Nada se compara a Ti
Gb
Nada vai nos separar de Ti
Bbm Db
Jesus

Musica:
Letra: Matt Crocker / Joel Houston
Adaptação: Rodrigo Ramos

Jesus Freak (tradução)

Publicado: 22 de dezembro de 2006 em Music

Jesus Freak (tradução)

dc talk

Composição: Indisponível

Separado, eu me desprendo
De um passado que retorna nos meu piores pesadelos
Arrebatado por uma força espiritual
E uma graça que substituiu tudo aquilo de que abri mão

Eu vi um homem com uma tatuagem no seu barrigão
Que balançava que nem goiabada
Levou um tempinho para entender o que estava escrito
Porque eu tive que marcar o compasso
Da barriga com a cabeça
"Jesus Salva" é o que dizia naquele típico verde-tatuagem
Ele subiu numa caixa no meio da cidade
E dizia que tinha um sonho

O que vão pensar quando souberem que sou fanático por Jesus?
O que vão fazer quando descobrirem que é verdade?
Eu não me importo sem e rotularem de fanático por Jesus
Não há como esconder a verdade

Kamikaze, minha morte é lucro
Fui marcado por meu Criador como algo especial
Os poderosos e arrogantes me vêem como fraco
Porque eu não vivo nem morro pelo poder que eles buscam

Havia um homem no deserto com trapos na cabeça
A areia por onde andava também era sua cama
As palavras que ele falou fez com que as pessoas aceitassem
Que não sobrava muita coisa no cenáculo
Com pele de camelo nas costas e pêlos no rosto
Eles o achavam estranho só porque comia gafanhotos
Os fariseus viajavam quando ouviam sua pregração
Até que o rei decapitou aquele fanático por Jesus

Dizem que sou estranho, isso me faz ser estranho
Só porque meu melhor amigo nasceu em uma manjedoura?

O que vão pensar? (O que vrão pensar)
O que vão fazer? (O que vão fazer)
Eu não me importo (Que mais posso dizer?)
Não há como esconder a verdade (Jesus é o caminho)